Índice:

Por que vale a pena ser um desenvolvedor .Net em 2024?

Índice:

A EZ.devs falando sobre .Net? É isso mesmo! Se você um dia pensou em aprender mais sobre esta tecnologia, hoje vamos explicar porque este é o momento certo para trabalhar como um desenvolvedor .Net em projetos que surgem para mudar o mundo. Continue a leitura para saber mais!

A tecnologia .Net é descrita como um framework Open Source, composto por uma biblioteca padrão, um compilador e uma máquina virtual, permite a escrita de códigos em várias linguagens, sendo uma das principais, o C#.

 Desenvolvida pela Microsoft, surgiu ao final da década de 1990 e foi lançada pela primeira vez em 2002 sendo denominada .Net Framework 1.0. No entanto, o framework inicial é muito diferente daquele que conhecemos atualmente.

Ao longo dos anos, a ferramenta recebeu diversas atualizações, como em 2005, quando lançou a sua versão turbinada, que incluia o recurso Generics, e passou a ser identificada como .Net Framework 2.0. As versões posteriores receberam também algumas tecnologias como Windows Communication Foundation (WCF), destinada a comunicação e distribuição de serviços, e o Windows Presentation Foundation (WPF), que garante uma abordagem mais moderna para o desenvolvimento tradicional com Windows Forms. 

As atualizações foram acontecendo até que o framework chegasse à sua versão 4.8. No entanto, com as inúmeras mudanças geradas pelo mercado da tecnologia, alguns conceitos como o  de Open Source Softwares e o de computação em nuvem foram se expandindo e fazendo com que a popularidade do .Net precisasse chegar até aos profissionais que não utilizavam o Windows como sistema operacional.

Fazer isso acontecer representava um grande desafio para a Microsoft, que precisou reescrever todo o framework e lançar uma nova tecnologia em 2015. Surgindo, assim, o .Net Core, ferramenta considerada muito mais moderna e multiplataforma, sendo suportada por Windows, Linux e Mac OS. Porém, no relançamento do framework, este contava apenas com o essencial para que as aplicações funcionassem em um sistema multiplataforma e, a cada nova atualização, mais recursos do antigo framework eram incluídos no novo, que chegou até a versão 3.1.

Cinco anos depois, em 2020, finalmente as duas tecnologias (.Net Framework e .Net Core) passaram a fazer parte de um único framework: o .Net 5, que recebeu sua primeira atualização em novembro de 2021, o .Net 6. A partir de então, a ideia é que a tecnologia receba atualizações anuais e que, de dois em dois anos, surjam as versões de suporte a longo prazo (Long Term Support, ou LTS).

Vantagens da tecnologia .Net 

Até aqui, já podemos concluir que, apesar de possuir mais de 20 anos, esta tecnologia não é nada velha ou ultrapassada. Pelo contrário, o mercado de desenvolvimento .Net está em expansão e é promissor para quem deseja trabalhar com o framework.

O framework .Net possui diversas vantagens, como a sua plataforma neutra, que não permite nenhuma alteração no desempenho dos códigos seja qual for a linguagem escolhida para a sua escrita. Outro benefício é, com certeza, a grande diversidade de plataformas nas quais as aplicações podem ser desenvolvidas, como desktops, web e mobile até na área de Internet das Coisas (Internet of Things – IoT).

A comunidade de desenvolvedores .Net é uma das maiores dentro do setor de tecnologia, com milhões de profissionais ao redor do mundo e, além disso, esta tecnologia demonstra grande eficiência para identificar erros e solucionar problemas nas aplicações, fornece muita agilidade e flexibilidade no desenvolvimento exatamente por ser compatível com diversas linguagens, frameworks e bibliotecas. 

Existe mercado para um desenvolvedor .Net?

Você já sabe que a tecnologia da Microsoft tem diversas vantagens e é uma ferramenta muito completa, certo? Mas eu imagino que ainda existam dúvidas a respeito do mercado de tecnologia para esta área. Afinal, há espaço e boas oportunidades para quem deseja atuar em projetos como um desenvolvedor .Net?

E sim, existe um excelente espaço no mercado para quem é um desenvolvedor .Net que, no Brasil, podem encontrar um range salarial que varia de R$ 3.558,00 até R$ 12.000,00 de acordo com a experiência do profissional.

Diversas empresas, desde as gigantes do Vale do Silício até as startups brasileiras, estão apostando na utilização deste framework em seus projetos de tecnologia. E se isso não for o suficiente para você apostar neste mercado, saiba que o .Net não só tem sido utilizado, como tem se tornado a principal plataforma de desenvolvimento nestas empresas. 

O motivo para tanta fama do framework é a sua flexibilidade, já citada neste conteúdo. Poder trabalhar com diversas linguagens de programação, de C# à Python em um só lugar, possibilita que as empresas pensem em produtos e soluções cada vez mais inovadoras com agilidade, e isso faz com que elas se mantenham à frente dos seus concorrentes. 

Contar com bons profissionais de tecnologia e que realmente entendam sobre a ferramenta .Net será essencial para empresas que desejam crescer e, por isso, é um ótimo momento para apostar na sua carreira como desenvolvedor .Net. 

Outro assunto que tem sido levado muito em consideração nos últimos anos é o conceito de desenvolvimento seguro de software, área onde o framework tema deste artigo oferece diversos recursos como validação de código e criptografias, além de oferecer suporte a aplicativos web e mobile.

Publicado por:
Compartilhe:

Conheça a Kody, sua nova gerente de projetos com IA!

Posts relacionados

Refinamento de backlog, também conhecido como grooming, é uma parte vital do desenvolvimento ágil. Basicamente, trata-se de revisar e priorizar os itens do backlog do produto, garantindo que as histórias

medir deployment frequency

Você já se perguntou quantas vezes sua equipe de desenvolvimento faz deploy de código em produção? A resposta a essa pergunta é conhecida como “deployment frequency” (frequência de deploy). Esse

cultura developer experience

A developer experience (DX) é um fator crucial para a produtividade e satisfação dos desenvolvedores. Uma cultura focada na DX não só melhora a moral da equipe, mas também resulta