Entenda de uma vez por todas o que é metodologia ágil

Muito comum no desenvolvimento de software, a metodologia ágil ganhou espaço dentro de um mercado concorrido que passou a exigir cada vez mais projetos que fossem desenvolvidos rapidamente. Cada nova proposta começou a ser mais bem-feita e sob medida para cada cliente.

Entretanto, poucas pessoas entendem bem o que é de fato a metodologia ágil, o que pode gerar perda de produtividade e qualidade. Então, vamos aprender de uma vez por todas o que é metodologia ágil?

O que é metodologia ágil?

A metodologia ágil, também chamada de Agile, nada mais é do que uma alternativa para ser mais produtivo dentro da gestão de projetos. Esta metodologia é baseada no quanto o produto a ser construído agrega valor aos indivíduos que estão envolvidos no processo de desenvolvimento do projeto, algo que abrange desde os desenvolvedores até os clientes. 

O que move o gerenciamento destes projetos são as entregas incrementais. De maneira resumida, elas consistem em realizar diversas entregas aos clientes ao longo do desenvolvimento do projeto ao invés de esperar o produto (na maioria dos casos, um software) ficar completamente pronto para chegar nas mãos do cliente. Cada nova funcionalidade ou atualização, chega nas mãos do cliente de forma ágil e aberta a feedbacks, possibilitando a implementação de melhorias antes mesmo da finalização do produto. 

Manifesto ágil

No ano de 2001, 17 desenvolvedores criaram uma espécie de manifesto para o desenvolvimento de uma metodologia ágil de softwares. Esse manifesto tem como aplicação 4 bases de métodos, são eles:

  1. Indivíduos e suas interações mais que processos e ferramentas

  2. Software em funcionamento mais que documentação abrangente

  3. Colaboração com o cliente mais que negociação com contratos

  4. Responder a mudanças mais que seguir um plano

De forma geral, esse tipo de manifesto é feito para comprovar tudo o que foi dito até aqui dentro da metodologia ágil. O contato entre a equipe deve ser prioridade assim como o contato da equipe com os clientes. Portanto, o mais importante no trabalho é atender as necessidades dos clientes e se adaptar quando for preciso. Isso vale muito mais do que só seguir processos rígidos e ferramentas definidas como era feito no modelo tradicional.

Ágil vs Tradicional

O desenvolvimento ágil, como já explicado anteriormente, é feito com ciclos contínuos, pequenas entregas, grande participação do cliente e múltiplas metodologias. A metodologia ágil possui seis passos definidos: definição das necessidades, planejamento, design, desenvolvimento, publicação e monitoramento do projeto. Após realizar todos esses passos, o ciclo recomeça.

Já a metodologia tradicional define um escopo antes de começar um projeto, ou seja, define todas as suas funcionalidades e a partir do momento que esse projeto começa a ser desenvolvido, nada pode ser alterado, e para isso são utilizados contratos. A abordagem tradicional segue uma sequência de passos: definição das necessidades, design, implementação, verificação e manutenção.

Agora que você entendeu o que é metodologia ágil, você deve estar se perguntando, por que é tão recomendado utilizar esta metodologia já que a tradicional foi empregada por muitos anos?

Benefícios da metodologia ágil

Os benefícios da aplicação de modelos de desenvolvimento ágil em times de tecnologia se mostra bastante eficaz, tendo me vista que as metodologias proporcionam benefícios em diversos segmentos do negócio, como as comunicações, a produtividade e a experiência dos clientes. Confira mais detalhes abaixo:

  • Melhorias na comunicação: quando o trabalho é dividido em etapas, isso permite que as várias partes do software possam ser testadas de maneira individual. Assim é possível melhorar o que for preciso, e o entendimento do cliente a respeito do seu serviço irá facilitar o trabalho da equipe.

  • Equipes ficam mais produtivas: os famosos bloqueios criativos, causados pelo excesso de informação, papelada demais e burocracias, são evitados pelo uso das metodologias ágeis. A equipe deixa de se preocupar com o serviço final que contém muitas funcionalidades e acaba se preocupando com a funcionalidade que deve entregar naquele pacote, se tornando assim, mais produtivas.

  • Definição de objetivo: com a definição de cada etapa dentro do projeto, redução da burocracia e ainda o uso de uma linguagem mais fácil, acaba sendo mais eficaz do que ter um objetivo final já traçado e cumprir isso.

  • Satisfação do cliente: com o uso da metodologia ágil, cada pedaço do seu produto final é validado com o cliente por meio de feedbacks, e graças a isso, a chance do seu produto final satisfazer as necessidades do cliente se torna alta, tendo em vista que diversas melhorias já foram implementadas e as expectativas foram alinhadas com a equipe durante a construção do produto.

E aí, aprendeu bem o que é metodologia ágil? A Kodus já trabalha com essa metodologia e os clientes que conhecem o nosso fluxo de trabalho aprovam. Que tal implementar essa metodologia na empresa na qual trabalha?

 

Compartilhar:

Bianca
Próximo artigo
MVP: Qual o seu conceito e como você deve utilizá-lo