Índice:

Entenda de uma vez por todas o que é metodologia ágil

Índice:

Muito comum no desenvolvimento de software, a metodologia ágil ganhou espaço dentro de um mercado concorrido que passou a exigir cada vez mais projetos que fossem desenvolvidos rapidamente. Cada nova proposta começou a ser mais bem-feita e sob medida para cada cliente.

Entretanto, poucas pessoas entendem bem o que é de fato a metodologia ágil, o que pode gerar perda de produtividade e qualidade. Então, vamos aprender de uma vez por todas o que é metodologia ágil?

O que é metodologia ágil?

A metodologia ágil, também chamada de Agile, nada mais é do que uma alternativa para ser mais produtivo dentro da gestão de projetos. Esta metodologia é baseada no quanto o produto a ser construído agrega valor aos indivíduos que estão envolvidos no processo de desenvolvimento do projeto, algo que abrange desde os desenvolvedores até os clientes. 

O que move o gerenciamento destes projetos são as entregas incrementais. De maneira resumida, elas consistem em realizar diversas entregas aos clientes ao longo do desenvolvimento do projeto ao invés de esperar o produto (na maioria dos casos, um software) ficar completamente pronto para chegar nas mãos do cliente. Cada nova funcionalidade ou atualização, chega nas mãos do cliente de forma ágil e aberta a feedbacks, possibilitando a implementação de melhorias antes mesmo da finalização do produto. 

Manifesto ágil

No ano de 2001, 17 desenvolvedores criaram uma espécie de manifesto para o desenvolvimento de uma metodologia ágil de softwares. Esse manifesto tem como aplicação 4 bases de métodos, são eles:

  1. Indivíduos e suas interações mais que processos e ferramentas

  2. Software em funcionamento mais que documentação abrangente

  3. Colaboração com o cliente mais que negociação com contratos

  4. Responder a mudanças mais que seguir um plano

De forma geral, esse tipo de manifesto é feito para comprovar tudo o que foi dito até aqui dentro da metodologia ágil. O contato entre a equipe deve ser prioridade assim como o contato da equipe com os clientes. Portanto, o mais importante no trabalho é atender as necessidades dos clientes e se adaptar quando for preciso. Isso vale muito mais do que só seguir processos rígidos e ferramentas definidas como era feito no modelo tradicional.

Ágil vs Tradicional

O desenvolvimento ágil, como já explicado anteriormente, é feito com ciclos contínuos, pequenas entregas, grande participação do cliente e múltiplas metodologias. A metodologia ágil possui seis passos definidos: definição das necessidades, planejamento, design, desenvolvimento, publicação e monitoramento do projeto. Após realizar todos esses passos, o ciclo recomeça.

Já a metodologia tradicional define um escopo antes de começar um projeto, ou seja, define todas as suas funcionalidades e a partir do momento que esse projeto começa a ser desenvolvido, nada pode ser alterado, e para isso são utilizados contratos. A abordagem tradicional segue uma sequência de passos: definição das necessidades, design, implementação, verificação e manutenção.

Agora que você entendeu o que é metodologia ágil, você deve estar se perguntando, por que é tão recomendado utilizar esta metodologia já que a tradicional foi empregada por muitos anos?

Benefícios da metodologia ágil

Os benefícios da aplicação de modelos de desenvolvimento ágil em times de tecnologia se mostra bastante eficaz, tendo me vista que as metodologias proporcionam benefícios em diversos segmentos do negócio, como as comunicações, a produtividade e a experiência dos clientes. Confira mais detalhes abaixo:

  • Melhorias na comunicação: quando o trabalho é dividido em etapas, isso permite que as várias partes do software possam ser testadas de maneira individual. Assim é possível melhorar o que for preciso, e o entendimento do cliente a respeito do seu serviço irá facilitar o trabalho da equipe.

  • Equipes ficam mais produtivas: os famosos bloqueios criativos, causados pelo excesso de informação, papelada demais e burocracias, são evitados pelo uso das metodologias ágeis. A equipe deixa de se preocupar com o serviço final que contém muitas funcionalidades e acaba se preocupando com a funcionalidade que deve entregar naquele pacote, se tornando assim, mais produtivas.

  • Definição de objetivo: com a definição de cada etapa dentro do projeto, redução da burocracia e ainda o uso de uma linguagem mais fácil, acaba sendo mais eficaz do que ter um objetivo final já traçado e cumprir isso.

  • Satisfação do cliente: com o uso da metodologia ágil, cada pedaço do seu produto final é validado com o cliente por meio de feedbacks, e graças a isso, a chance do seu produto final satisfazer as necessidades do cliente se torna alta, tendo em vista que diversas melhorias já foram implementadas e as expectativas foram alinhadas com a equipe durante a construção do produto.

Principais Metodologias Ágeis

Scrum

Scrum é uma estrutura ágil para gerenciamento de projetos, desenhada para facilitar a colaboração em equipes que trabalham em produtos complexos. A sua popularidade advém da simplicidade de sua estrutura e sua eficiência em promover entregas contínuas de valor para o cliente.

Papéis no Scrum

No ambiente Scrum, o Product Owner é responsável pela visão do produto e pelo gerenciamento do Product Backlog, garantindo que as prioridades estejam alinhadas com os objetivos do projeto e as necessidades do cliente. O Scrum Master, por outro lado, atua como um facilitador para a equipe, garantindo que as cerimônias do Scrum sejam realizadas e que os valores e práticas Scrum sejam seguidos, além de eliminar obstáculos que possam impedir o progresso da equipe. A Equipe de Desenvolvimento é auto-organizada e focada na entrega de incrementos de produto de alta qualidade ao final de cada Sprint.

Cerimônias do Scrum

As cerimônias do Scrum são fundamentais para manter a transparência e promover a inspeção e adaptação contínuas. A Daily Standup é uma reunião diária onde a equipe discute o progresso e identifica obstáculos. A Sprint Planning é uma reunião onde a equipe planeja o trabalho a ser realizado na próxima Sprint. A Sprint Review é uma revisão do trabalho feito durante a Sprint, enquanto a Sprint Retrospective é uma revisão do próprio desempenho da equipe e dos processos, visando melhorias contínuas.

Artefatos do Scrum

Os artefatos no Scrum são elementos chave que ajudam a organizar e priorizar o trabalho. O Product Backlog é uma lista ordenada de tudo o que é necessário no produto, enquanto o Sprint Backlog é uma lista de tarefas selecionadas do Product Backlog que a equipe se compromete a completar durante uma Sprint. O Incremento é o somatório de todos os itens do Product Backlog concluídos durante uma Sprint e os incrementos de todas as Sprints anteriores. Estes artefatos fornecem uma visão clara e compartilhada do progresso do projeto, garantindo que todos os membros da equipe estejam alinhados e focados nas metas definidas.

Kanban

Kanban é uma abordagem ágil centrada na entrega contínua e na otimização do fluxo de trabalho, proporcionando uma visualização transparente do progresso e a flexibilidade necessária para responder a mudanças de forma eficaz.

Princípios do Kanban

A metodologia Kanban se baseia em três princípios fundamentais: visualizar o trabalho, limitar a quantidade de trabalho em progresso e fomentar um fluxo contínuo. A visualização do trabalho ajuda as equipes a entenderem o estado atual das tarefas e a identificar obstáculos no processo. Limitar o trabalho em progresso é crucial para evitar a sobrecarga e manter um fluxo constante de entrega. A promoção de um fluxo contínuo garante que o trabalho flua através do sistema de forma suave e previsível, permitindo entregas frequentes e consistentes de valor.

Quadro Kanban e Visualização do Fluxo de Trabalho

O quadro Kanban é o coração da metodologia. É uma ferramenta visual que representa o fluxo de trabalho e o estado atual das tarefas. O quadro é dividido em colunas que representam diferentes estágios do processo, e as tarefas são representadas por cartões que se movem através das colunas conforme progridem. Esta visualização clara e simples permite que as equipes identifiquem gargalos, monitorem o progresso e promovam a colaboração para garantir a entrega eficaz do valor.

Benefícios do Kanban para Equipes de Engenharia

O Kanban oferece inúmeros benefícios para equipes de engenharia. A visualização clara do fluxo de trabalho e a limitação do trabalho em progresso ajudam a identificar e eliminar desperdícios, otimizando a eficiência do processo. Além disso, a flexibilidade inerente ao Kanban permite uma resposta rápida às mudanças, o que é crucial em ambientes de engenharia dinâmicos. A entrega contínua e previsível de valor é facilitada, promovendo a satisfação do cliente e a melhoria contínua. Adicionalmente, o Kanban proporciona um ambiente de trabalho menos estressante, já que as equipes têm uma visão clara das prioridades e do progresso, permitindo uma gestão de tempo e recursos mais eficaz.

Lean

Lean é uma filosofia operacional que visa a entrega eficiente de valor ao cliente, minimizando desperdícios e promovendo a melhoria contínua. Originada no Sistema Toyota de Produção, a abordagem Lean tem sido adotada amplamente em diversas indústrias, incluindo o desenvolvimento de software, para otimizar processos e maximizar o valor entregue.

Princípios do Lean

Os princípios fundamentais do Lean incluem a entrega contínua de valor, a identificação e eliminação de desperdícios e a promoção de um ciclo contínuo de melhoria. Esses princípios orientam as organizações na criação de processos mais eficientes e eficazes, e na construção de uma cultura de melhoria contínua.

Eliminação de Desperdícios no Processo de Desenvolvimento de Software

A aplicação do Lean no desenvolvimento de software envolve a identificação e eliminação de atividades que não agregam valor ao produto final ou ao cliente. Desperdícios comuns incluem trabalho em excesso, atrasos, movimentação desnecessária e defeitos. Ao eliminar esses desperdícios, as organizações podem melhorar significativamente a eficiência e a eficácia dos processos de desenvolvimento, resultando em entregas mais rápidas, redução de custos e aumento da satisfação do cliente.

Destaque para o Método Lean Startup

O método Lean Startup é uma extensão da filosofia Lean aplicada ao empreendedorismo e desenvolvimento de novos produtos. Promove a aprendizagem validada através de experimentação científica e feedback rápido do mercado. A ideia central é desenvolver um produto mínimo viável (MVP) para validar hipóteses de negócio com o mínimo esforço, e iterar ou pivotar com base no feedback recebido. Esta abordagem permite uma maior agilidade e capacidade de adaptação às necessidades do mercado, minimizando o risco e o desperdício de recursos no desenvolvimento de novos produtos ou serviços. O Lean Startup não só fornece uma estrutura para a inovação contínua, mas também fomenta uma cultura de aprendizado e adaptação que é crucial para o sucesso em ambientes competitivos e dinâmicos.

Em resumo, a metodologia ágil se estabeleceu como uma resposta essencial às demandas do mercado de desenvolvimento de software, onde a agilidade, colaboração e flexibilidade são fundamentais. Ao permitir entregas incrementais, interação contínua com os clientes e ajustes baseados em feedbacks, a metodologia ágil não apenas acelera o processo de desenvolvimento, mas também assegura que os produtos finais estejam alinhados com as necessidades reais dos clientes.

 

Publicado por:
Compartilhe:

Posts relacionados

What is Lorem Ipsum? Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry’s standard dummy text ever since the 1500s, when an

métrica developer experience

Entender e otimizar a developer experience é crucial para o sucesso de qualquer projeto de software. Uma experiência positiva pode impulsionar a produtividade e a satisfação da equipe, elementos chave

developer experience

A developer experience, ou DX, é um conceito cada vez mais importante no cenário de desenvolvimento de software. Mas por que a experiência do desenvolvedor é tão importante? Como ela